#13

Hoje não estudei, após semanas imensamente capaz. Mais uma frequência pelo caralho. Hoje não chorei, porque esvaziei o peito e esgotei as lágrimas durante a noite. Hoje não dormi. Hoje aprendi que nunca ninguém fará de mim prioridade e que está na altura de deixar de o fazer também. Hoje decidi não mendigar atenção, nem forçar a passagem dos monólogos a diálogos. 

Tudo isto quando finalmente volto a mim, quando deixo de ser um fantasma, quando torno o passado cicatriz e não âncora. Digam-me, alguém que me diga por favor, porque insistem eles em iludir-me? Porque insistem eles em dizer-me que tudo será diferente? Porque é que me fazem amá-los, quando são os primeiros a fugir quando derrubo todos os meus medos e os amo de volta? Digam-me: ninguém merece, pois não?

Arquivado em: , , ,
por oliviaf às 22:08 | link